Chocolate

Chocolate: um produto divino

Alimento dos Deuses, sagrado... O chocolate é reverenciado desde a sua descoberta. Descubra a seguir como é o processo produtivo dessa maravilhosa iguaria a que chamamos de chocolate e que é tão respeitado na Mr. Fondue:


O que é o chocolate

O chocolate, do ponto de vista semântico, possui duas definições: 01) É um produto alimentício de cor marrom, sólido, pastoso ou em pó e que tem como principal matéria-prima o cacau e ao qual pode ser adicionado açúcar e diversas substâncias aromáticas; 02) É uma barra, tablete ou bombom feito com o chocolate e que pode conter diversos outros ingredientes tais como licor, leite, nozes, passas etc. O curioso é que as duas definições estão corretas para definir o que é o chocolate, mas como você mesmo viu, a segunda contem obrigatóriamente a primeira e mesmo assim trata-se de uma definição diferente da primeira.

Do ponto de vista prático e comum, o chocolate é uma iguaria das mais saborosas que existe no mundo, tanto que a grande maioria de quem já provou algum produto de chocolate, afirma gostar muito do chocolate.

O cacaueiro: onde tudo começa

É no "pé de cacau" que começa o processo de produção do chocolate. Essa árvore fantástica requer companhia e calor, pois o cacaueiro precisa estar plantado em regiões úmidas e quentes e necessita estar embaixo de outras árvores, para que as copas destas árvores mais altas ofereçam proteção contra o vento e o sol intenso. O cacau, o fruto do cacaueiro, leva entre 5 e 7 meses para ficar maduro e pronto para colheita. A partir daí o fruto é cortado ao meio e as sementes do cacau, ainda envoltas na polpa branca, são retiradas, limpas, separadas e colocadas para secar e fermentar.

De que é feito o chocolate

Chocolate verdadeiro é feito da amêndoa fermentada e torrada do cacau. O processo de produção inclusive se inicia quando o fruto do cacaueiro, o cacau, é quebrado para retirada das sementes. Depois dessa etapa as sementes precisam secar ao sol para que a mucilagem doce do cacau seja absorvida aos poucos pelas sementes, que são amargas, iniciando um processo de fermentação. Secas, as sementes são torradas para desprender uma película protetora que a fruta produz para proteger suas sementes. Torradas, as sementes estão prontas para moagem, processo durante o qual se extrai a manteiga de cacau, que representa 50% da semente. Depois de secas, torradas e moídas a massa resultante leva o nome de torta de cacau.

Os kibbleds

A torta de cacau, com gordura que varia entre 10% e 20%, é transformada parte em cacau em pó enquanto outra parte vira pedaços de cacau integral, denominados kibbleds. Os kibbleds são a base do chocolate que conhecemos.